Luiz Altamir

Nadador do Flamengo conta as horas para Rio 2016

Faltam 100 dias para a Rio 2016 e a equipe de natação já está praticamente definida para o evento. Classificado para sua primeira olimpíada, Luiz Altamir sonha alto e quer fazer história em agosto. O Jovem de 19 anos estará na prova dos 400 m livre e possivelmente no revezamento 4×200 m livre – que deve ser oficializado até lá. O atleta do Flamengo promete se dedicar aos treinos para chegar pronto para brilhar. Os próximos passos dele são os treinamentos específicos voltados para os Jogos. “Agora é continuar focado para as Olimpíadas, tem muita coisa pela frente, tem treinamento de altitude, tem algumas outras competições para a gente testar o treinamento. Agora o principal é manter o foco, continuar treinando bastante. O primeiro passo da realização do meu sonho foi dada que foi a classificação”, contou Luiz Altamir.
A Rio 2016, que será realizado na cidade do Rio de Janeiro (RJ), começa no dia 5 e vai até o dia 21 de agosto. As disputas da natação acontecerão do dia 6 até o dia 13 de agosto.
Como o flamenguista conseguiu sua vaga?
No Open de Palhoça (SC), primeira seletiva olímpica, o nadador foi o único brasileiro a nadar abaixo do índice exigido de 3min50s44 nos 400 m livre  e garantir sua vaga na Rio 2016 – o tempo dele foi de 3min50s32. A vaga foi confirmada no Troféu Maria Lenk, última seletiva e evento-teste da modalidade, que foi realizada na piscina do Parque Olímpico da Barra (RJ), na semana passada.
Foi no Maria Lenk também que o atleta fez seus melhores tempos nas provas dos 200m livre (1min48s29) e nos 200 m borboleta (1min57s74). Com o tempo nos 200 m livre, o atleta do Flamengo ficou com a terceira vaga para o revezamento 4×200 m livre. O revezamento ainda não está garantido nas Olimpíadas, mas tem chance de classificação.
“Eu estou muito feliz pelos resultados, vai ser minha primeira olimpíada, vou estrear no meu país, minha família vai estar na arquibancada, muita gente que eu conheço vai estar torcendo por mim, então, a sensação é única”, disse.
Luiz Altamir é de Roraima e foi criado no Ceará. Mesmo jovem foi campeão pan-americano em 2015, medalhista olímpico da Juventude em 2014 e agora se prepara para seus primeiros Jogos Olímpicos. Aos 16 anos foi morar no Rio de Janeiro (RJ) onde treina com Eduardo Pereira, o Duda, no clube da Gávea e na piscina do Maria Lenk.
Luiz Altamir

Luiz Altamir entre os quatro melhores dos 200 m livre

Flamenguista deve, por enquanto, disputar duas provas na Rio 2016: 400 m livre e 4×200 m livre. Luiz Altamir conseguiu mais um feito na sua curta carreira. O atleta está entre os quatro melhores do Brasil nos 200 m livre após a disputa do Troféu Maria Lenk, última seletiva da Rio 2016 na natação. A vaga do País ainda não está garantida no revezamento 4×200 m livre, mas tudo leva a crer que o flamenguista e os outros três companheiros deverão disputar a prova em agosto. Neste sábado (16), o nadador fez 1min48s29 – o melhor tempo dele na carreira. Se confirmado a participação nas Olimpíadas, o time brasileiro vai contar com Nicolas Nilo (1min46s97), João De Lucca (1min47s65), Luiz Altamir (1min48s29) e André Pereira, que entrou com o quarto tempo de 1min48s72. O índice individual da prova era de 1min47s97.

“Eu fiz uma prova boa, mas não ainda o que eu almejava, mas pelo menos estou dentro do revezamento,com o Nilo, com o João e com o André. E a gente vai tentar representar o Brasil da melhor forma possível. Eu comecei com o pé esquerdo a competição, hoje o dia já foi melhor, melhorei meu tempo nos 200. Mas ainda não acabou, agora é focar nos 200 m borboleta”.

O nadador do Flamengo já possui a vaga olímpica nos 400 m livre – índice obtido no Open de Palhoça (SC) do ano passado – 3min50s32 e confirmado na sexta-feira (15), sendo ele o único brasileiro a nadar abaixo da marca exigida (3min50s44). No domingo (17), ele ainda nada os 200 m borboleta em busca do índice de 1min56s90, Luiz está balizado com o tempo de 1min58s21.

A última seletiva olímpica, evento- teste da natação, ocorre na piscina do Parque Olímpico da Barra, no Rio e Janeiro, e vai até o dia 20 (quarta-feira).

Sobre Luiz Altamir

Luiz Altamir é atleta do Flamengo. O atleta, que é patrocinado pelos Correios, foi campeão pan-americano em 2015, medalhista olímpico da Juventude em 2014 e é uma das promessas da natação brasileira. Aos 16 anos foi morar no Rio de Janeiro (RJ) onde treina com Eduardo Pereira, o Duda, no clube da Gávea e na piscina do Maria Lenk.

Foto: @FernandoMucci

Luiz Altamir

Luiz Altamir confirma vaga na Rio 2016 nos 400 m livre

O Brasil volta a ter um representante nos 400 m livre da Olimpíada depois de 12 anos. Luiz Altamir será o nadador do País na prova na Rio 2016 após os resultados do Troféu Maria Lenk, evento-teste da modalidade que ocorre no Parque Olímpico, no Rio de Janeiro (RJ). O atleta do Flamengo confirmou sua participação na primeira seletiva, ainda em dezembro de 2015, no Open de Palhoça (SC), com 3min50s32. ”Estou muito feliz e emocionado! Não tenho palavras para descrever esse momento. É um sonho de criança que se torna realidade hoje. Treinei muito, suei bastante, batalhei todos os dias e agora tenho a chance de defender o meu País na Rio 2016. Espero evoluir ainda mais para baixar meus tempos”, disse o nadador de 19 anos. ”Represento o Brasil desde as categorias de base. No ano passado entrei para a seleção adulta e logo de cara competi o Pan de Toronto. É um orgulho fazer parte deste time”.

Nesta sexta-feira (15), na disputa do Troféu Maria Lenk 2016, Luiz Altamir não nadou abaixo do índice exigido, mas nenhum outro atleta superou sua marca e ele será o único representante do Brasil nos Jogos por enquanto. O último nadador brasileiro que esteve nos 400 m livre em uma Olimpíada foi Bruno Bonfim, em Atenas 2004. Ele não tinha o índice individual, mas competiu a prova porque se classificou para o revezamento 4×200 m livre. Luiz Lima foi o último brasileiro a nadar a prova com índice exigido, ele terminou em 17º lugar nos Jogos Olímpicos de Sydney 2000.

Motivado para as próximas

Luiz Altamir busca neste sábado (16) o índice de 1min47s97 nos 200 m livre e consequentemente no revezamento 4×200 m livre. No Open de 2015, que valeu como primeira seletiva, o flamenguista fez 1min48s34, o melhor tempo de sua vida na distância. No domingo (17) o jovem de 19 anos compete os 200 m borboleta em busca do índice de 1min56s90. Está balizado com o tempo de 1min58s21.

A última seletiva olímpica é realizada na piscina do Parque Olímpico, no Rio de Janeiro, e vai até o dia 20 (quarta-feira). A competição é a última chance que os atletas possuem para entrar para o time olímpico.

Sobre Luiz Altamir

Luiz Altamir é atleta do Flamengo. O atleta, que é patrocinado pelos Correios, foi campeão pan-americano em 2015, medalhista olímpico da Juventude em 2014 e é uma das promessas da natação brasileira. Aos 16 anos foi morar no Rio de Janeiro (RJ) onde treina com Eduardo Pereira, o Duda, no clube da Gávea e na piscina do Maria Lenk.

altamir2

Embalado por resultados no Sul-Americano, Luiz Altamir busca mais vagas olímpicas

Luiz Altamir vive o seu melhor momento na sua carreira. Com 19 anos, o flamenguista começa, a partir desta sexta-feira (15), a sua participação no Troféu Maria Lenk 2016, última seletiva olímpica da natação. O nadador do Flamengo, que foi um dos melhores do País no Sul-Americano do Paraguai, com cinco medalhas, faz sua estreia nos 400 m livre, prova em que já possui o índice olímpico, obtido no Open de Palhoça (SC) do ano passado – 3min50s32. Com o foco na obtenção de outros dois índices – 200 m livre e 200 m borboleta – o atleta quer fazer os melhores tempo de sua carreira. “Minha principal é, sem dúvida alguma, bater minhas marcas individuais. Segundo minha comissão técnica, eu consegui alcançar meu auge no treinamento. Eu cheguei ao Flamengo em 2012 e desde então busco esse sonho, que é nadar a Rio 2016. Me considero muito melhor do que eu estava no Open, isso é um algo que eu e meu técnico trabalhamos”.

O nadador do Flamengo tenta no sábado (16) o índice de 1min47s97 nos 200 m livre. No Open, ele fez 1min48s34, o melhor tempo de sua vida. Para fechar, Luiz Altamir também vai nadar os 200 m borboleta, no domingo (17). Está balizado com o tempo de 1min58s21 – o índice olímpico é de 1min56s90.

A seletiva olímpica, que define os brasileiros para a Rio 2016, será realizada na piscina do Parque Olímpico da Barra, no Rio de Janeiro, entre os dias 15 e 20 desse mês.

Sobre Luiz Altamir

Luiz Altamir é atleta do Flamengo. O atleta, que é patrocinado pelos Correios, foi campeão pan-americano em 2015, medalhista olímpico da Juventude em 2014 e é uma das promessas da natação brasileira. Aos 16 anos foi morar no Rio de Janeiro (RJ) onde treina com Eduardo Pereira, o Duda, no clube da Gávea e na piscina do Maria Lenk.

luiz altamir

Luiz Altamir fatura sua quinta medalha no Sul-Americano de Natação

Integrante do revezamento 4×200 m livre, o nadador venceu sua terceira prova na competição continental.No penúltimo dia de finais, Luiz Altamir subiu ao pódio pela quinta vez no 43º Campeonato Sul-Americano de Natação, realizado em Assunção, no Paraguai. O nadador de 19 anos, integrou a equipe campeã do revezamento 4×200 m livre masculino. O time, além de Luiz Altamir, foi composto por Leonardo de Deus, Brandonn Almeida e Giovanny Lima. A parcial de Altamir foi de 1min49s38 – ele tenta na prova o índice olímpico de 1min47s97 exigidos. Os brasileiros completaram a prova em 7min24s42 com Altamir fechando. A Argentina, que chegou na frente do time Brasil, acabou sendo desclassificada. O segundo lugar ficou então com a Venezuela, e o terceiro lugar com a Colômbia.

A competição que termina amanhã, já rendeu outras quatro medalhas para o jovem nadador do Flamengo. Ontem (01), ele havia vencido os 200 m borboleta. Ele ainda acumula uma vitória nos 400 m livre e as medalhas de prata e bronze no primeira dia de competições (200 m livre e revezamento 4×100 m livre masculino).

O Sul-Americano, realizado duas semanas do Troféu Mari Lenk- que ocorre entre os dias 15 e 20 abril – serviu como teste para o nadador, que tentará alcançar mais dois índices no Parque Olímpico da Barra (200 m livre e 200 m borboleta). “Para o ritmo de treino que estamos, foi um resultado excelente. A sensação mais prazerosa que existe é ouvir o hino do seu país tocar, o que já me faz pensar nas Olimpíadas. Com certeza essa foi uma motivação a mais para a seletiva olímpica, estou treinando duro para um bom resultado lá”, disse.

O atleta, que treina no Parque Aquático Maria Lenk, no Rio, já possui o índice olímpico na prova dos 400 m livre (3min50s32), obtidos em dezembro, no Open, primeira seletiva olímpica.

Sobre Luiz Altamir

Luiz Altamir é atleta do Flamengo. O atleta, que é patrocinado pelos Correios, foi campeão pan-americano em 2015, medalhista olímpico da Juventude em 2014 e é uma das promessas da natação brasileira. Aos 16 anos foi morar no Rio de Janeiro (RJ) onde treina com Eduardo Pereira, o Duda, no clube da Gávea e na piscina do Maria Lenk.

Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Saiba mais sobre Luiz Altamir no site www.luizaltamir.com.br
Siga também no Instagram @luizaltamir96 e
Curta a fã page em www.facebook.com/ LuizAltamir

Luiz Altamir

Sul-Americano de Natação: Ouro nos 200 m borboleta para o flamenguista Luiz Altamir

Nadador de 19 anos conquistou mais um primeiro lugar no evento no Paraguai. O terceiro dia de finais do 43º Campeonato Sul-Americano de Natação foi marcada pela conquista do segundo ouro de Luiz Altamir. O atleta faturou o primeiro lugar na prova dos 200 m borboleta – prova que tenta o índice de 1min56s90 para as Olimpíadas. Em sua última prova individual da competição, o nadador do Flamengo bateu na frente com o tempo de 1min58s39. O venezuelano Marcos Lavado ficou com a prata e o brasileiro Leonardo de Deus, com o bronze.”Não tem como não ficar satisfeito. Consegui nadar bem os 200 m borboleta. Ainda está um pouco longe do índice, mas sei que posso nadar bem no Maria Lenk”.

O jovem de 19 anos tem, até agora, quatro medalhas na competição, que vai até domingo, dia 3. Luiz Altamir conquistou na quinta-feira (31) a medalha de ouro nos 400 m livre, sua principal prova. No primeiro dia de competições já havia faturado uma prata e um bronze (200 m livre e revezamento 4×100 m livre masculino, respectivamente).

O próximo desafio de Luiz Altamir será o Troféu Maria Lenk de Natação, última seletiva olímpica, a ser realizada no Parque Olímpico da Barra, entre os dias 15 e 20 de abril. Com uma vaga nos 400 m livre (3min50s32), ele tenta ainda diminuir seus tempos no 200 m livre e na prova dos 200 m borboleta.
”Fizemos a altitude nos Estados Unidos recentemente e depois o atleta deu continuidade ao bom trabalho. O Luiz Altamir está muito bem e o objetivo é conseguir o índice também nos 200 m livre e nos 200 m borboleta no Maria Lenk”, disse o treinador Eduardo Pereira, o Duda.

Sobre Luiz Altamir

Luiz Altamir é atleta do Flamengo. O atleta, que é patrocinado pelos Correios, foi campeão pan-americano em 2015, medalhista olímpico da Juventude em 2014 e é uma das promessas da natação brasileira. Aos 16 anos foi morar no Rio de Janeiro (RJ) onde treina com Eduardo Pereira, o Duda, no clube da Gávea e na piscina do Maria Lenk.

Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Saiba mais sobre Luiz Altamir no site www.luizaltamir.com.br
Siga também no Instagram @luizaltamir96 e
Curta a fã page em www.facebook.com/ LuizAltamir

Foto: Satiro Sodré/ SSPress/CBDA

Luiz Altamir conquista o ouro no Sul-Americano de Natação

Foto: Satiro Sodré/ SSPress/CBDA

 

Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Nadador alcança sua terceira medalha no último evento antes da seletiva olímpica. Luiz Altamir é campeão continental de natação. O título foi conquistado no 43º Campeonato Sul-Americano, que está sendo realizado em Assunção, no Paraguai. O atleta do Flamengo venceu a prova em que tem o índice olímpico, os 400 m livre, na noite desta quinta-feira (31) .

O jovem de 19 anos, que soma ainda uma prata e um bronze, obtidos na quarta-feira (30), bateu na frente em sua distância favorita com o tempo de 3min51s33, com parciais fortes de 1min55s10 e 1min56s23. A marca é o novo recorde do campeonato, que pertencia à Miguel Valente, de 2014. A segunda colocação ficou com o argentino Martin Naidich (3min52s23) e o bronze com o venezuelano Cristian Quintero (3min52seg24). ”Muito contente pelo resultado e por ter conquistado mais uma medalha para o Brasil. Vou continuar focado para o fim da competição e aproveitar o embalo para o Maria Lenk”.

Luiz Altamir encerra sua participação em provas individuais amanhã (1º), nos 200m borboleta. A competição que termina no domingo (3) conta com grande parte da seleção nacional, que se prepara para o Troféu Maria Lenk (15 a 20 de abril), última seletiva olímpica para a Rio 2016. Trabalhamos muito a parte final da prova, que é meu ponto forte, e fizemos a estratégia de não deixar ninguém abrir muito no começo. O resultado foi ainda melhor do que esperávamos, mas é tudo fruto do nosso treinamento diário. Ainda estamos começando o polimento e hoje fiquei bem confiante e acredito que viram coisas boas para a gente, já no Maria Lenk. A sensação de subir ao pódio e ouvir o hino é sensacional, não vou esquecer”, disse Altamir para a CBDA.

Índice Olímpico

Luiz Altamir, alcançou o índice olímpico na prova dos 400m livre, com o tempo de 3min50s32. A marca foi obtida no Open de Palhoça (SC) no ano passado.

Foi no Open que também fez seu melhor tempo nos 200m livre (1min48s34). Na última seletiva olímpica brasileira, o Maria Lenk, o atleta tentará nadar abaixo do indice de 1min47s97 exigidos para a prova. O jovem também nadará os 200m borboleta com foco no índice olímpico de 1min56s90 (seu melhor tempo foi feito no Brasileiro de Vitória- 1min58s29).

Luiz Altamir é atleta do Flamengo e do Exército Brasileiro. O nadador, que é patrocinado pelos Correios, foi campeão pan-americano em 2015, medalhista olímpico da Juventude em 2014 e é uma das promessas da natação brasileira. Aos 19 anos, Luiz Altamir treina na piscina do Maria Lenk, no Rio de Janeiro, aos cuidados do técnico Eduardo Pereira, o Duda.

Sobre Luiz Altamir

Luiz Altamir é atleta do Flamengo. O atleta, que é patrocinado pelos Correios, foi campeão pan-americano em 2015, medalhista olímpico da Juventude em 2014 e é uma das promessas da natação brasileira. Aos 16 anos foi morar no Rio de Janeiro (RJ) onde treina com Eduardo Pereira, o Duda, no clube da Gávea e na piscina do Maria Lenk.

Saiba mais sobre Luiz Altamir no site www.luizaltamir.com.br

Siga também no Instagram @luizaltamir96 e
Curta a fã page em www.facebook.com/ LuizAltamir

Luiz Altamir

Luiz Altamir estreia no Sul-Americano com duas medalhas

O XLIII Campeonato Sul-Americano Absoluto de Natação, que teve início nesta quarta-feira (30) em Assunção no Paraguai, não poderia ter começado melhor para Luiz Altamir. O nadador do Flamengo subiu ao pódio duas vezes logo no primeiro dia de competições. Nos 200m livre, o jovem de 19 anos conquistou a medalha de prata com o tempo de 1m48s62, muito próximo do campeão, o argentino e 3x medalhista pan-americano Federico Grabich (1m47s39). O bronze ficou com o venezuelano Marcos Lavado (1m50s03). O nadador natural de Roraima ainda ajudou o Brasil a alcançar a medalha de bronze no revezamento 4x100m livre masculino. O time verde amarelo, que ainda contou com Allan Vitoria, Henrique Rodrigues e Pedro Spajari, terminou a prova em 3m30s60. O ouro foi para a equipe da Argentina, seguida pelo time venezuelano.

“Fico muito feliz de ter ajudado o Brasil a subir ao pódio. A competição está muito forte, mas o foco é total para chegar bem não apenas na seletiva olímpica daqui duas semanas, no Troféu Maria Lenk, como pra Olimpíada do Rio2016″, contou o nadador flamenguista, que nada os 400 m livre nesta quinta-feira (31) e também participa dos 200m borboleta na sexta-feira (01 de abril).

O jovem Luiz Altamir, que já tem o índice olímpico nos 400 m livre (3min50s32), obtido no Open de Palhoça (SC), no ano passado, pretende melhorar seus tempos e alcançar mais dois índices olimpicos, nos 200 m livre e 200 m borboleta.

Sobre Luiz Altamir

Luiz Altamir é atleta do Flamengo. O atleta, que é patrocinado pelos Correios, foi campeão pan-americano em 2015, medalhista olímpico da Juventude em 2014 e é uma das promessas da natação brasileira. Aos 16 anos foi morar no Rio de Janeiro (RJ) onde treina com Eduardo Pereira, o Duda, no clube da Gávea e na piscina do Maria Lenk.

Saiba mais sobre Luiz Altamir no site www.luizaltamir.com.br
Siga também no Instagram @luizaltamir96 e
Curta a fã page em www.facebook.com/ LuizAltamir

Foto: Satiro Sodré/ SSPress/CBDA

12672195_430091573782022_3940983522065329086_o (1)

Nadador volta de treinamento em Flagstaff motivado por novas marcas

Luiz Altamir voltou neste fim de semana de um longo período de treinos na altitude de Flagstaff, localizada aos pés do Pico Humphrey, no Arizona, nos Estados Unidos. Ao lado de outros integrantes da seleção brasileira, o atleta do Flamengo aproveitou o tempo para melhorar seus fundamentos e ganhar mais resistência para buscar outras vagas na Rio 2016. Já com o índice nos 400 m livre, o jovem nadador quer os índices nos 200 m borboleta e nos 200 m livre. ”Acho que foi uma experiência única! Aprendi muito e me diverti bastante em Flagstaff ao lado dos meus companheiros de seleção e do meu treinador. Eu e o Duda (Eduardo Pereira) já somos bem próximos e grandes amigos”, contou Luiz Altamir.

O campeão pan-americano emendou: ”Estou mais resistente após as atividades na altitude do Arizona e agora é continuar bem focado para o Troféu Maria Lenk, em abril. Não vai faltar treino e muito menos dedicação”. Antes da última seletiva olímpica, o nadador do Flamengo deve disputar o Sul-Americano de natação, que será no fim de março, no Paraguai.

Luiz Altamir é atleta do Flamengo e do Exército Brasileiro. O atleta, que é patrocinado pelos Correios, foi campeão pan-americano em 2015, medalhista olímpico da Juventude em 2014 e é uma das promessas da natação brasileira. Aos 16 anos foi morar no Rio de Janeiro (RJ) onde treina com Eduardo Pereira, o Duda, no clube da Gávea e na piscina do Maria Lenk.

Saiba mais sobre Luiz Altamir no site www.luizaltamir.com.br
Siga também no Instagram @luizaltamir96 e
Curta a fã page em www.facebook.com/ LuizAltamir

Luiz Altamir

Luiz Altamir encara seu primeiro treinamento em altitude

Com índice para a Rio 2016 nos 400m livre, nadador aprimora sua técnica já pensando no evento-teste em abril. Para chegar bem preparado aos Jogos 2016, sua primeira Olimpíada de Verão, Luiz Altamir decidiu encarar um novo desafio: a altitude. O jovem está treinando na cidade de Flagstaff, localizada aos pés do Pico Humphrey, montanha mais alta do Arizona, nos Estados Unidos. É a primeira vez que o nadador sente os efeitos de um treinamento em altitude e os resultados estão sendo positivos ao lado de companheiros da seleção brasileira.

“É uma experiência muito boa essa minha primeira altitude, então estou bem animado. Treinar acima do nível do mar ajuda a potencializar o rendimento dos treinos, mas também é um verdadeiro teste de resistência. Apesar de estar longe de casa, continuo com a cabeça firme, focada nos treinamentos, alimentação e descanso. Não me abalo com os tempos ou qualquer outra coisa. Tem que dar um passo de cada vez e espero que, no fim do treinamento, volte ainda melhor”, conta o nadador, que fica até o dia 27 de fevereiro nos Estados Unidos.

O próximo desafio de Luiz Altamir será o Troféu Maria Lenk, marcado para o mês de abril. No evento-teste da natação, o atleta tentará ratificar ou melhorar seu índice nos 400m livre (3min50s32), além de buscar uma vaga nos 200m livre, 200m borboleta e também na equipe de revezamento 4x200m livre.

Luiz Altamir é atleta do Flamengo e do Exército Brasileiro. O atleta, que é patrocinado pelos Correios, foi medalhista olímpico da Juventude em 2014 e uma das promessas da natação brasileira. Em 2015 foi ouro no revezamento 4×200 m livre no Pan de Toronto. O nadador mora no Rio de Janeiro (RJ) onde treina com Eduardo Pereira, o Duda, no clube da Gávea e na piscina do Maria Lenk

Saiba mais sobre Luiz Altamir no site www.luizaltamir.com.br
Siga também no Instagram @luizaltamir96 e
Curta a fã page em www.facebook.com/ LuizAltamir